Buscar

Sentimentos que crescem demasiado

Por vezes os sentimentos crescem demasiado, tornando-se um verdadeiro desafio lidar com eles sozinhos.


Sentimentos como a RAIVA ou a CULPA, são um "bom" exemplo de sentimentos que se podem instalar repentinamente e de forma intensa, sem qualquer aviso prévio.


EXPLORA - O momento certo é Agora!


A questão é: Onde surgem estes sentimentos?


A resposta a esta questão é a chave para conseguir-se alcançar um estado de equilíbrio nas nossas vidas.


Por norma, estes sentimentos estão associados à violação dos nossos valores, ou seja, aquilo que, consciente ou inconscientemente, valorizamos na nossa vida.


Conhecer os nossos valores é por isso fundamental!


Passamos a identificar e a compreender a razão pela qual sentimos "aquela" raiva, que se apodera de nós e assume o (des)controlo.


Ou por sua vez, percebemos de onde vem "aquele" sentimento de culpa, que, muitas vezes, faz-nos abdicar da nossa real vontade, colocando-nos em último plano da nossa existência.


A chave de uma vida plena e equilibrada está em vivermos alinhados com os nossos valores, que naturalmente são diferentes para cada um de nós.


Por vezes os sentimentos crescem demasiado que é difícil lidar com eles sozinhos.


E tu, sabes quais são os teus valores e se estás a viver alinhado(a) com eles?


A resposta é simples.

Sentes-te feliz, plenamente realizada e em equilíbrio com todas as áreas da tua vida?


Se sim, sim!

Vives alinhada(o) com os teus valores.


Se não, não!

Em algum momento, ou em alguma situação presente na tua vida não estás a ser coerente com os teus valores.


Queres explorar e (re)descobrir o que está a faltar?